A próxima fase da seleção consiste na análise artística dos trabalhos inscritos por parte da equipe curatorial

A Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) e o Instituto Cultural Iracema (ICI) divulgam, nesta segunda-feira (30), o resultado final das inscrições validadas no edital que seleciona trabalhos para compor o 74º Salão de Abril. O edital recebeu 339 inscrições e, após os recursos, todas foram habilitadas para concorrer à próxima fase da seleção, que consiste na análise artística dos trabalhos por parte da equipe curatorial, composta pelos especialistas em artes visuais.

Lista das inscrições validadas

O 74ª Salão de Abril recebeu inscrições de obras em 9 modalidades: instalação (91 obras), pinturas (66), fotografia (60), videoarte (36), desenho (25), escultura (24), colagem (17), performance (14) e gravura (6).

Ao todo, a mostra vai selecionar 38 trabalhos artísticos para compor a exposição. Destas, 30 vagas são destinadas, exclusivamente, a artistas visuais que sejam residentes ou comprovadamente radicados no estado do Ceará. As oito vagas restantes serão destinadas, exclusivamente, para artistas residentes ou radicados nos demais estados da região Nordeste.

Dos 339 projetos validados para concorrer ao edital, 250 são de Fortaleza e de municípios da Região Metropolitana, como Maracanaú, Caucaia, Pacajus, Aquiraz, Eusébio e São Gonçalo do Amarante.

Outros 41 projetos são de municípios do interior do Ceará, como Quixadá, Iguatu, Baturité, Santana do Acaraú, Meruoca, Crato, Barbalha, Juazeiro do Norte, Sobral, Barreira, Uruburetama, Nova Olinda, Icapuí, Acarape, Redenção e Quixelô.

Completam a lista de inscritos para o 74º Salão de Abril 48 projetos oriundos dos estados de Alagoas, Bahia, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Sobre o Salão de Abril

O Salão de Abril é uma das mostras de artes visuais mais antigas da América Latina. Lançado de forma independente em 1943, o Salão passou por alguns hiatos, até que começou a ser realizado pela administração municipal a partir de 1964.

Ao longo de seus 80 anos de existência, a mostra já foi sediada em diversos patrimônios históricos de Fortaleza, como o Ideal Clube, o Parque da Liberdade, a Casa de Cultura Raimundo Cela e, atualmente, é realizada na Casa do Barão de Camocim, no Centro de Fortaleza.